Orlando Fedeli: a missa é fruto da maçonaria


A MISSA NOVA TEM SABOR DE HERESIA

Orlando Fedeli: “A anulação das injustas excomunhões será o reconhecimento oficial de que Dom Lefèbvre e Dom Mayer, ao contrário de hereges ou cismáticos rebeldes, foram dois heróis da Fé por recusarem os erros do Concílio Vaticano II e da Nova Missa de Paulo VI, que eles sempre acusaram de ter sabor de heresia.

Isso será a declaração indireta de que eles tinham razão no que defendiam, e que é permitido criticar os erros do Vaticano II e da Missa Nova. Logo, que o Vaticano II não foi um Concílio infalível, pois um concílio infalível tem que ser totalmente aceito e nunca recusado.“[1]

A MISSA NOVA PRODUTO DE UM MAÇOM E SEIS PASTORES PROTESTANTES

Orlando Fedeli: “Sobre a Missa de Paulo VI, o senhor deveria ler os estudos do Cardeal Ratzinger e as críticas que ele fazia à Nova Missa de Paulo VI, missa elaborada pelo maçon Monsenhor Anibale Bugnini — (Esse estava na lista de Mino Pecorelli) e seis pastores protestantes.”[2]

42 ANOS DE MISSAS NOVAS: 42 ANOS DE PROFANAÇÕES

Orlando Fedeli: “42 anos após o Concílio Vaticano II, depois de 38 anos da Missa Nova de Paulo VI, o Papa Bento XVI liberou a Missa de sempre dos entraves que a má vontade de certos Bispos modernistas lhe opusera. Má vontade, porque a Missa de sempre nunca foi revogada e nem proibida.”

“42 anos os fiéis católicos viveram no deserto, tendo que suportar a dor imensa das profanações nas Missas-show.”

“A Igreja ostenta ainda as marcas de sua paixão de 42 anos. Mas a Igreja está viva e triunfante com a Missa que retorna, nesse novo amanhecer da Igreja. As trevas estão se dissipando. É a aurora que renasce no horizonte da História da Santa Igreja.”

“Só ela, como Cristo, pode suportar uma paixão tão sangrenta como a destes 42 anos de profanações, e ressurgir viva e triunfante do túmulo em que a morte pensava ter vencido a Vida e imposto a mentira.”[3]

HÁ QUARENTA ANOS QUE CERTAS MISSAS PODEM SER INVÁLIDAS. OUTRAS CERTAMENTE SACRÍLEGAS

Orlando Fedeli: “Vários afirmam que a transubstanciação não é do pão e do vinho no Corpo e Sangue de Cristo, e sim da “comunidade” em Cristo. O povo é que seria transubstanciado e divinizado pela consagração. E o povo é que seria o sacerdote. O celebrante apenas presidiria a assembléia. Daí, a missa ter que ser rezada em vernáculo, e de frente para o povo.

“Alguns desses erros podem tornar certas Missas inválidas. Outras certamente são sacrílegas. Por isso, ou Cristo não é realmente levantado, ou Ele é mal levantado, não obtendo o povo os frutos convenientes da Missa. E isso dura já quarenta anos.”[4]

MISSA DE PAULO VI DESTRUIU A FÉ

Orlando Fedeli: “A Nova catequese nascida dos erros modernistas do Concílio Vaticano II só ensina heresias e produz ateus como a senhora bem notou. E a Nova Missa de Paulo VI só destruiu a Fé e fez perder todo o respeito pelo Santíssimo Sacramento.”[5]

A NOVA MISSA É PURA ESCAMOTEAÇÃO

Orlando Fedeli: “Ora, a Nova Missa escamoteia que a Missa é a renovação

do sacrifício da Cruz. Ela escamoteia a noção de sacrifício propiciatório, escamoteia o ofertório, e acentua de modo excessivo a Ressurreição, dando a entender que todos estão salvos com a tradução de “pro multis” com a expressão “por todos”, e não “por muitos”, agora, graças a Deus condenada pelo Vaticano.”[6]

A MISSA DE PAULO VI FOI UMA “COISA FABRICADA” ARTIFICIALMENTE

Orlando Fedeli: “Bento XVI tem mostrado que a Sagrada Liturgia tem um núcleo divino que não pode ser tocado, e que no mais ela se desenvolveu segundo a Tradição, enquanto a Missa de Paulo VI foi uma “coisa fabricada” artificialmente.[7]

A MISSA DE PAULO VI É UMA PROFANAÇÃO LUTERANA COM A PERMISSÃO E APLAUSO DOS PADRES

Orlando Fedeli: “A Missa de sempre – agora os modernistas franceses o confessam — tem uma Teologia oposta à Teologia da Missa de Paulo VI.

“Uma –a Missa de sempre, é teocêntrica. A Missa nova de Paulo VI é antropocêntrica, como o Concílio Vaticano II.

“ A Missa de sempre, é a renovação do sacrifício de Cristo, no Calvário, como o Papa João Paulo II o repetiu nove vezes na Ecclesia de Eucharistia. A Missa nova exclui a noção de sacrifício. Ela comemora a salvação universal. Por isso é ceia, é banquete. Comemora uma festa, como dizia Lutero. Com pandeiro, bateria, guitarras, cuíca e reco-reco. Com moçoilas que em vez de cantar em cafés dançantes, cantam na igreja, profanando-a. Com a permissão e aplauso dos padres, infelizmente.

“O Site Montfort publicou as declarações de Padres e leigos modernistas confessando isto: a oposição entre as duas Missas não é de língua. A oposição é teológica. Por isso, Paulo VI, recusou permitir a Missa de sempre:”[8]

——————————————————————————–

[1] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=igreja&artigo=reabilita_lefebvre〈=bra

[2] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20060520141933〈=bra

[3] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=igreja&artigo=motu_proprio_missa〈=bra

[4] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20070102224228〈=bra

[5] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apoio&artigo=20070208233449〈=bra

[6] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20070102224228〈=bra

[7] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20060520141933〈=bra

[8] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20061228200752〈=bra

Anúncios

Etiquetas:, , , , , , , , , , , ,

About andresantos

um fiel de igreja que busca a verdade

14 responses to “Orlando Fedeli: a missa é fruto da maçonaria”

  1. ALEXANDRE ANTUNES says :

    Ora, o professor Orlando nestes artigos exibiu fatos. Será que ele inventou os artigos que ele cita? Conheço vários artigos que afirmam a participação de pastores protestantes colaborando com o Mons. Bugnini para “fabricar” no novo Ordinário da Missa!

    É óbvio que desta missa “nova” foi suprimida toda qualquer menção de que a Missa é Sacrifício!

    Seja homem meu caro, assine este site! Deixe de ser COVARDE, COMO DAR CRÉDITOS A UM COVARDE QUE SE ESCONDE ATRÁS DO MUNDO VIRTUAL?

  2. Campos says :

    De fato, todo o trabalho do Sr. Orlando Fedeli é referenciado por artigos e citações. Se suas acusações são infundadas, por que ninguém mostra onde está a falta de fundamento?
    Acaso o dono desse site foi alguém que foi desmascarado pelo velhinho?

    Parece que sim.

  3. XEROX says :

    JÁ QUE INSISTEM TANTO.

    XEROX É MEU NOME.

    É BRINCADEIRA, NÃO SOU ELE, MAS GOSTARIA TAMBÉM DE SABER, VEJA A CÓPIA DE ONDE ENCONTREI O NOME DELE.

    A matéria aqui estampada foi copiada diretamente da “web-page” de Orlando Fedeli. As fontes estão indicadas no fim. Apenas trocar as letras XXXX pela palavra “montfort”.

    EXECUTEM O COMANDO E ENCONTRARÃO O AUTOR DOS TEXTOS QUE ESTÃO COPIADOS NESTE BLOG ANONIMO.
    TODOS OSCRÉDITOS ESTÃO LOGO ABAIXO:

    [1] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=igreja&artigo=reabilita_lefebvre〈=bra

    [2] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20060520141933〈=bra

    [3] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=igreja&artigo=motu_proprio_missa〈=bra

    [4] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20070102224228〈=bra

    [5] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apoio&artigo=20070208233449〈=bra

    [6] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20070102224228〈=bra

    [7] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=20060520141933〈=bra

    [8] FEDELI, Orlando. MONTFORT Associação Cultural. http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=apologetica&artigo=2006122

  4. XEROX says :

    Gostaria de responder ao Campos.

    Tudo que ele diz é apenas um eco das palavras do sr. Marcel François-Lefebvre, ex arcebispo da Igreja Católica, hoje falecido, mas morreu fora da Igreja, e fora dela, não há salvação.

    Tanto é verdade, que li aí num comentário, que ele cita história Francesa para justificar seus argumentos, prá nós que nunca tivemos o prazer de conhecer nem sequer Paris. Se ele fosse Brasileiro, citaria pelo menos as palavras de um Santo nacional, ou será que ele acha nosso país tão mediocre assim que não tenha bons exemplos de santidade, e por isso só existe a França ou Itália em suas citações de sabedoria humana.

    Li aí em outro comentário, que o Brasil vai de mal a pior, que seu clero é pervertido e outras coisas do gênero.
    Li também uma estatística, que na França, se continuar como está hoje, no ano de 2020, já não haverá nenhum padre vivo naquele país. De que me adinta ter 1 milhão de Santos no céu, se não tenho um sacerdote na terra para me oferecer um Sacramento Divino.

    O que é pior, um homem pecador, que pode se converter e ser salvo até mesmo no ultimo instante se ouvir uma palávra de fé e amor ou talvés receber o Sacramento da Unção dos enfermos e ser curado na alma, “se não no corpo” podendo morrer em paz crendo na salvação de sua alma, porque foi socorrido por um servo de Deus, mesmo que “pecador como foi dito, mas sacerdote para sempre”. Ou um homem que permanece no pecado e morre neste pecado, porque não existe mais um servo de Deus para ministrar-lhe a palavra, ou lhe dar um só sacramento que possa salvá-lo de seu pecado, seja batismo, crisma, comunhão ou unção.

    Caros colégas Brasileiros que falam português e não Francês, Italiano ou Latim, os Fundamentos utilizados por Fedeli, baseados nos ensinamentos de Lefebvre, não surtiram efeito frutífero na França, onde Falam Francês e Latim, porque funcionariam aqui no Brasil onde a maioria do povo mal fala o Brasileiro ? Há de se comparar com a minha propria maneira de escrever, onde alguns blogueiros do seu time me criticaram por erros de pontuação, concordância, digitação e que as vezes até mudam o sentido de uma frase.

    Sou um pobre coitado, cego e nú… sou uma pessoa simples, e preciso de um Deus, que seja simples assim como eu, Jesus é assim, por isso eu o entendo e AMO.

    Este é o único fundamento que eu aceito, Jesus é a pedra angular e Ele afirmou que enviaria o seu Espírito Santo para estar para sempre conosco, nos Batizando no poder de sua presença. Sinto muinto, mas Fedeli nega que o Espírto Santo habite em meu coração, apesar de que eu seja Batizado, Crismado, tenha feito primeira comunhão e me casado na Igreja. Como pode ele afirmar, já que não me conhece, que só porque sou carismático, eu seja protestante e herege. Só falta ele dizer agora que, Maria Santíssima é Herege e protestante, já que Ela também recebeu o Batismo no Espírito Santo no dia de Pentecostes e falava em liguas estranhas, que até foi chamada de bêbada e doida naquele dia.
    Lhe dou uma boa citação, que Fedeli jamais citou.
    Em verdade, em verdade te digo, quem não renascer do Espírito não entrará no reino de Deus… ” Jesus”
    ou esta.
    Vos sereis Batizados no Espírito Santo dentro de poucos Dias… Jesus disse isto…
    Pois a Promessa é para Vós, e vossos filhos …. “S. Pedro”
    Derramarei do meu Espírito sobre todo ser Vivo… “S. Pedro”
    Quer mais…
    Dirás agora, “pensou”, só porque citei algumas palávras de Jesus e de São Pedro nosso primeiro Papa o Principe dos Apostolos. Não, Não mesmo.

    Por outro lado, Fedeli adora Citar:
    A Fumaça de satanás entrou no templo de Deus…
    Eu rebato esta citação com outra que ele também adora…
    “Nem as portas do Inferno prevalecerão contra a Igreja de Deus …” Quem ele proclama vencedor, Deus ou satanás?
    Se Deus é vencedor “como eu creio e proclamo no credo”, não posso jamais considerar “em hipotese alguma” que este inimigo tenha sequer nublado com seu bafo, o vidro da janela da casa de meu Deus. Muito menos ter penetrado em seu interior que é um local Santo, Faça uma pesquisa na “net” e voce verá onde se encontra a tal fumaça de satanás.
    Já falei de mais, afinal, neste blog, sou como você, apenas um visitante.
    Não posso deixar meu cartão, porque os Links acusam erro neste blog.

  5. Lucas says :

    E obvio que este e um site apaixonado, mas nao passa disso.
    Falta a verdade. Faltam os fatos. Sobra odio e inveja.

    O seu compromisso e com o rancor ou pela verdade?

  6. Padre Zeferino Pedro Ranzolin says :

    Sim, mas a complementação foi dada agora.O que desejo é ser Sacerdote da ICAR mas casado e professor no colégio onde atuo como professor Efetivo há trinta e oito anos. Quero ajudar muitos Párocos, onde o bispo diocesano determinar. Porque evangelizar é preciso.Inclusive trabalhar muito na ICAR.Grato.Pe.Zeferino.

  7. Marcio says :

    Pe. Zeferino, o sr. é a melhor amostra do lixo do Vaticano II denunciado pelo Prof. Fedeli. Que Deus tenha pena da Igreja.

  8. Padre Zeferino Pedro Ranzolin says :

    Agradeço a você Márcio.Não vamos criticar a ICAR e outras Igrejas porque temos uma lei assinada e promulgada por nosso Presidente da República é a Lei 11.635 e, ela diz claramente: não pode haver intolerância religiosa.
    O que é preciso muitas vezes abrir os olhos e a intelegência de alguns bispos, padres, diáconos permanentes e outros leigos engajados nessa(ICAR) ou em outras igrejas.Mas, procurar pela Inspiração do Divino Espírito Santo orar, rezar para que o Divino Espírito Santo ilumine a todos como iluminou os Apóstolos e a Nossa Mãe Maria Santíssima.”E Deus tenha pena das Igrejas.Pe.Zeferino Pedro.

  9. Maria Rosangela Freitas says :

    Revdo Padre Zeferino, Paz e Bem! O senhor é o mesmo que falou pela TV Cultura sobre o aborto? Mas o seu bispo diz que o sr. não representa a opinião da Igreja. E ainda que o senhor não tinha formação para ser padre.
    Me responda uma coisa: o Prof. Fedeli tem o direito legal ou não de criticar a Igreja do Vaticano II?

  10. Jairson says :

    O “padre” Zeferino não é da Igreja. No ano de 2003 foi expulso do seminário de Anápolis. O site Montfort comentou o fato.

  11. mane de souza says :

    Fidele. to contigo e nao abro, voce seta o proximo pastor de umagrande igreja, so nao se esqueca de me colocar como tesoureiro,kkkkkkkkkkkkkk
    valeu irmao fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  12. Ivo Bretagne says :

    Sr. escritor e proprietário do blog Luterofedeli,
    (pois, por hora, não encontrei identificação de quem é o autor dessa página)

    Não me acuse de cercear seu direito, pois não é a intenção, tampouco lhe intimidar. Somente procuro lhe abrir os olhos. Não é prudente fazer tudo que lhe passa pela cabeça excluindo a existência da justiça.

    Vivemos em uma democracia e isto lhe permite expressar suas idéias livremente – O que pensa é um problema seu e de sua consciência. Escrever e publicar atinge outras esferas que não a da consciência e a da liberdade mais desbragada (se é que existe essa modalidade).

    Após uma sugestão de consulta, verifiquei alguns problemas em seu blog e sua livre expressão de escritor. Gostaria de lhe questionar sobre alguns entraves de credibilidade:

    Notei que seu blog versa sobre a variação de um só tema: as aulas, os textos, a personalidade, a integridade, a moral e a imagem do Sr. Orlando Fedeli.

    Você possui autorização de uso dos textos? E da Imagem do Sr. Fedeli – a qual aparece no cabeçalho de seu blog por longa data?

    O uso da imagem, de idéias e de propriedade sem autorização gera danos ao ofendido e receita ao que usa indevidamente. Nesse caso cabe o pleito por reparação. Dura Lex, sede Lex.

    Lembre-se, de que nenhuma companhia de reserva de domínios garante inviolabilidade de autoria perante ordem judicial. Denominações depreciativas (ainda que verdadeiras) por jurisprudência geram dano a pessoa. O uso indevido ou sem autorização de qualquer pessoa ou propriedade da mesma produzem receita.

    Objetivamente não sou advogado de ninguém, mas lhe vai um conselho:
    Remodele seu blog e abra uma poupança, já!

  13. Wesley S. Novaes says :

    Vocês, que são hereges por sinal, atacam o professor Fedelei como se ele fosse o herege Lutero, mas não vêm a diferença no que ambos atacaram na Igreja, Lutero atacou dogmas e professor Fedeli atacou propostas, que foram aceitas como infalifeis por hereges como vocês deste site.
    E ao invéz de estudarem o Vaticano II de maneira integral, vendo os pós e contras para constatar a verdade, preferem aceitar preguiçosamente o que o VII ensina… tudo em nome da tolerância…
    E vocês que se pintam de tolerantes, não toleram a opinião/verdade, do professor Fedeli…
    O que mostra a farsa que é a tolerância moderna…

  14. Clóvis says :

    O Orlando Fedeli – que Deus o tenha – foi um homem muito revoltado, indignado, crítico, condenador; ele se apegou muito a forma exterior das coisas, achou que Deus, na sua Incomensurável Grandiosidade e Perfeição estaria tão preocupado quanto ele e seus seguidores a questões tão pequeninas, tão minuciosamente mínimas e irrisórias. Como dizia Aristóteles sobre Platão, “é bom ser amigo de Platão, mas, melhor mesmo é ser amigo da verdade”. Ou seja: o que a igreja é hoje, ou o que ela era, não passa de costume e tradição cultural, tanto faz se a missa é rezada assim ou assado – pouco importa seguir tradições – melhor mesmo é seguir a verdade. Aliás ele mesmo se engana, o pobre Fedeli, dizendo que a nova missa produz ateus – na verdade, o que mais produz ateus são pessoas que como ele, passam o tempo todo a falar mal, muito mal, sempre mal – da Igreja. Eu mesmo, depois que conheci os textos dele no Monfort, me decepcionei com o catolicismo. Pensei: meu Deus, os católicos chutam uns aos outros? Não sabia que isso existia. Na verdade, Fedeli foi um tipo de pessoa que já existiu e que hoje em dia é coisa rara, gente de antigamente com cabeça reacionária, retrógrada que tristemente ninguém nem ouve mais; gente das antigas, onde tudo se fazia na base do grito, da imposição, do autoritarismo. A igreja católica deixou de ser radical a esse extremo, é verdade, mas, ela se considera liberal – o mundo a considera ainda muito retrógrada. Se a coisa continuar assim, infelizmente, prenuncio um prognóstico agourento em relação a Igreja Católica Apostólica Romana: não tardará a chegar o dia em que as pessoas vão poder dizer: “Lembra da época quando a Igreja Católica existia?” ou “Hoje, tempo em que o Vaticano não existe mais…” ou ainda” Naquele tempo, existiam os Papas que eram os chefes da Igreja Católica e …”
    Enfim…

Deixe seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: