Focolares: Chiara Lubich foi da maçonaria


Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

“Os Foccolari, por exemplo, trabalham por uma fraternidade universal e religiosa ecumênica, humanitária, antropocêntrica, com um espírito de tolerância próprio das sociedades secretas. Não é então de estranhar que Chiara Lubich tenha recebido o Prêmio Templeston da Maçonaria”.

Fonte: montfort.org.br

Tags: , , , ,

About andresantos

um fiel de igreja que busca a verdade

2 responses to “Focolares: Chiara Lubich foi da maçonaria”

  1. kenned Silva says :

    Veja que video lindo com uma frase marcante de Chiara Lubich, está no youtube.com busca com “mestre chiara lubich” ou pelo link http://www.youtube.com/watch?v=KDRrWd3RmAQ

  2. Flávio says :

    Olá Dr. Orlando,
    Li seu post sobre Chiara Lubich e algo me chamou a atenção. O Título é realmente este: “Focolares: Chiara Lubich foi da maçonaria”. Sem nenhum ponto de exclamação? Bom, acredito que deva ter havido um erro de pontuação, pois se faltou a exclamação, lhe digo a resposta: Não, Chiara Lubich não foi da maçonaria
    Sinceramente, acredito que não tenha chegado a esta conclusão apenas pelo fato dela ter recebido o prêmio Templeton, que na ocasião (1977) foi concebido a ela em reconhecimento ao progresso da religião; e muito menos pelo fato de ter contribuido para um mundo mais fraternal e amoroso!
    Quanto ao “…espirito de tolerância PRÓPRIO DAS SOCIEDADES SECRETAS”. Desculpe-me, mas dei boas gargalhadas! Aprendi, ainda garoto, que não se pode tirar conclusões precipitadas sobre coisas que desconhecemos!
    Acredito que o Sr. é uma pessoa intruida e que certamente tais fatos não foram bem pesquisados, ou ao menos, contado ao Sr.! por este motivo, vou lhe ajudar; aconselho comprar e ler os livros publicados pela editora Cidade Nova a respeito de Chiara Lubich. Nos livros você encontrará informações não distorcidas e muito menos falsas, sobre sua vida e Obra.
    Obrigado pela atenção! Aconselho tomar mais cuidado ao escrever tais textos, isso pode denegrir a imagem de uma pessoa. Acredito que o Sr., uma pessoa culta e instruida, com um coração compassivo e fraterno, típico de um cristão zeloso e que professa uma fé sólida em Deus; não seria capaz de cometer tal erro assim, consciente! Ou estou errado? Creio que não! Afinal, um atitude como essa, conscientemente falando, é própria de pessoas que possuem uma visão muito limitada do mundo!
    Sem mais no momento, fica aqui as minhas dicas! Acho que serão válidas, se estiver disposto a ver a realidade dos fatos, é claro!
    Obrigado mais uma vez pela atenção e um forte abraço,
    Flávio.

Deixe seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: