Arquivo | CNBB RSS for this section

A CNBB não é a Igreja.

Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

“Que confusão a sua!

Você está identificando a CNBB com a Igreja. A CNBB não é a Igreja.

Esse é um erro clamoroso.”

“A Igreja condena o socialismo, e afirma que ninguém pode ser católico e socialista ao mesmo tempo.”

O PT é oficialmente socialista e concretamente comunista.

E a CNBB criou o mito Lula, e sempre apoiou Lula e o PT.”

“ O PT é oficialmente favorável ao aborto.

A Igreja excomunga quem defende o aborto,

A CNBB apóia Lula apesar de ele favorecer o aborto e ter aprovado os uso de embriões (seres humanos) para experiências.”

“ A Igreja condena a greve de fome como suicído, ou como tentativa de suicídio.

Um Bispo da CNBB está fazendo greve de fome. Quando se ouviu coisa igual?

A CNBB apoiou o Bispo que escandalosamente está fazendo greve de fome…”

“A Igreja reconhece o direito de propriedade como um direito natural, e diz que é pecado mortal pegar o que é de outros, e mesmo cobiçar o que é dos outros.

A CNBB ajuda e incentiva o MST a invadir propriedades alheias, coisa condenada por dois mandamentos da lei de Deus.”

“ A Igreja reconhece o direito natural de legítima defesa.

Agora o PT — como fizeram sempre os partidos comunistas para tomar o poder — promove o desarmamento da população, enquanto procura tomar o Estado com mensalões e mentiras, elegendo um pizzaiolo-mór comunista para Presidente da Câmara de Deputados. “

“A CNBB apoia o desarmamento do povo. Mas ela provavelmente se calará quando as armas dos comunistas fuzilarem os católicos.”

“ Cristo disse aos Apóstolos – aos Bispos – “ide e ensinai”

A CNBB — infelizmente — ensina o quê?”

“A Montfort segue, sim, o que ensina a Igreja, na forma como a Igreja o exige [1]

Fonte: montfort.org.br

 
Anúncios

A CNBB está dominada pelo modernismo e o marxismo.

Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

 “No Brasil a CNBB, desde a sua fundação, esteve dominada pela ala Modernista e marxista do Clero.”

“A atuação da CNBB tem sido lamentável. Ela mais se preocupa em secundar uma política socializante e comunistizante do que com a Fé, do que com a situação moral do povo brasileiro. Das assembléias da CNBB nascem documentos prolixos, num jargão sócio-econômico clericalês, que ninguém lê. A CNBB trata de tudo, menos do que deveria tratar. Por isso ela é tida mais como um órgão político de apoio aos partidos socialistas do que como um órgão religioso. É da Pastoral da Terra — órgão da CNBB — que saem todos os apoios políticos e financeiros aos Movimentos comunistizantes, como o MST, que preparam a guerra civil, agindo com violência, em nome do “amor” e da “justiça social”.”

Fonte: montfort.org.br

As decisões da CNBB não obrigam niguém

Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

“Mas, o sr. não pode esquecer que a CNBB não é um órgão instituído por Cristo. É uma instituição humana e não divina, cujas decisões não obrigam nem aos Bispos a ela pertencentes.”

Fonte: montfort.org.br

Orlando Fedeli igual ao Cristo?

Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

“À sua Excelência Reverendíssima,

Dom Orani João Tempesta, Digníssimo Arcebispo de Belém do Pará.

Excia.

Recebi a informação que Vossa Excia., por meio de um sacerdote da Cúria Arquidiocesana, comunicou a um amigo meu, que me convidara a dar palestras em Belém, que “não gostaria que houvesse, nesse momento, palestras minhas em sua Arquidiocese”. Por amor à união…

Um pedido de Vossa Excia., de fato, é uma ordem.

Quero crer que V. Excia Rvdma. é fiel seguidor do ecumenismo conciliar e que, seguindo o Concílio Vaticano II, jamais fez pedido igual a Teólogos da Libertação seguidores de Fidel Castro, e nem deixou de dialogar com hereges protestantes…

Por amor à união…

Para comigo, o diálogo não vale, e a tolerância conciliar não é invocada.

Deo gratias!

Praticando o ecumenismo, creio que V. Excia jamais proibiu que entrassem e falassem, em Belém, protestantes, judeus, muçulmanos, hereges, fariseus e saduceus, e mesmo boffes e bettos de todos os tipos.
Com todo respeito por sua autoridade episcopal, quero dizer-lhe, Excia. Rvdma. que, embora exorbitante, seu pedido-ordem concede, à Montfort e a mim, uma honra imensa e muito especial. Pois não sou o primeiro a quem se recusa entrada em Belém. OUTRO, infinitamente santo, teve também sua entrada em Belém, um dia, recusada.

Vossa Excia me colocou em divina companhia.

Deus lhe pague.

Rogando a Deus que o recompense por sua generosa recusa, me subscrevo atenciosamente,
in Corde Jesu, semper,

Orlando Fedeli.

São Paulo, 15 de Junho de 2007″

http://www.XXXX.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=polemicas&artigo=20070618233706&lang=bra

Orlando Fedeli acusa a D. Odilo de erro

Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

“A própria Santa Sé admite discutir o conteúdo do Concílio Vaticano II. Logo nela não há dogmas. Está, portanto, completamente errado Dom Odilo ao afirmar que quem não aceita o que diz o Vaticano II está excomungado. (…)

Infelizmente, hoje, no Brasil e fora do Brasil, muitos eclesiásticos contestam a autoridade do Papa Bento XVI e se mostram bem irritados com as medidas que ele tem tomado a favor da Missa de sempre e da restauração da Igreja.
Quanto à plena regularização da FSSPX é só Dom Odilo esperar. Ela virá.”

Fonte: montfort.org.br

A CNBB está prestes a romper com Roma

Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

“Foi a CNBB quem criou o PT, esse partido comunista nascido em sacristia com a bênção do Cardeal Arns.

A CNBB nada critica seriamente nesse governo de comunistas e de ex terroristas anistiados e regiamente indenizados que promovem uma política absolutamente contrária à moral e à doutrina católica. Muitos Bispos seguem uma doutrina favorável ao aborto, e a outras imoralidades. Esses Bispos são modernistas e fazem parte do cisma “silencioso” de que falava o Papa João Paulo II, e que está prestes a se tornar um cisma berrante. Desses Bispos modernistas nada há o que esperar.”

Fonte: montfort.org.br

Heresias dentro dos textos da CNBB

Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort:

“Que significa: “O amor de Cristo nos uniu”?
Cristo ama a todos os homens, e nem por isso os homens são unidos por esse amor de Cristo.
O que une as pessoas é o amor a Cristo, e não o amor de Cristo.
E o que significa “Santo, Santo Santo, é o Deus do Universo” ?
Deus do universo era Júpiter.
Nosso Deus não é o Deus do Universo, e sim o Deus criador do Universo.
A respeito da expressão esquisita “Ele está no meio de nós”, ela está errada.
Em português, dever-se-a dizer: “Ele está entre nós”, e não no meio de nós.
Essa frase tal como é usada, hoje, nas igrejas pode dar a entender que Deus está presente no povo. O que é absurdo e herético.
Ora, há padres que afirmam que, com as palavras da Consagração, Jesus fica presente no povo, e não na hóstia.
E isso é herético.
Portanto, a esquisita expressão “Ele está no meio de nós” pode favorecer uma heresia.
Quando o sacerdote diz: “O Senhor esteja convosco”, é muito mais correto responder a tradução do texto oficial em latim: “E com teu espírito”, e não esse esquisito “Ele está no meio de nós”.

“O amor de Cristo nos uniu”? Cristo ama a todos os homens, e nem por isso os homens são unidos por esse amor de Cristo. O que une as pessoas é o amor a Cristo, e não o amor de Cristo.”

Fonte: montfort.org.br

%d bloggers like this: