Ex-aluno: a Montfort pretende ser mais que a Igreja


LEITOR PERGUNTA O QUE PENSAMOS SOBRE O SITE DA MONTFORT
Por Alessandro Lima

Caríssimo Dr. Giovani, a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo!

Primeiro quero lhe agradecer o contato, o carinho e o apoio ao nosso humilde apostolado que só existe para a Honra e Glória de Nosso Senhor. Desejamos ser fiéis à Santa Igreja, em tudo que ela manda, sem manifestos demagógicos e declarações enganosas.

O senhor nos pergunta o que achamos do site da Associação Cultural Montfort. Isso facilita muito nossa resposta, já que o senhor não perguntou o que achamos da Associação Cultural Montfort, mas de seu site.

Como o senhor mesmo disse, “eles publicam coisas belíssimas”. De fato, há coisas boas no site da Montfort, afinal nada subsiste somente no mal, precisa ter algo de bom. Eu mesmo, no início da minha caminhada na Igreja Católica (era protestante, me converti à Verdadeira Fé em 2000) me servi muito dos artigos da Montfort, que me foram recomendados pelo Prof. Carlos Ramalhete, que me ajudou muito a largar o erro do Protestantismo. Neste tempo, tinha o Prof. Orlando Fedeli como um grande mestre. Eu realmente me considerava um aluno seu. Logicamente neste período inicial eu não entendia nada sobre Vaticano II, crise na Igreja, modernismo, ultra-tradiconalismo e o que significa ser realmente obediente ao Magistério eclesiástico.

Até bem pouco tempo, mais precisamente meados de abril de 2007 eu comungava das muitas idéias do Prof. Orlando sobre o Vaticano II. Afinal, eu seria um aluno muito medíocre se não me deixasse influenciar pelas doutrinas de seu professor. Inclusive, fiquei sabendo que ele se utiliza das minhas cartas enviadas a ele neste tempo para provar aos seus pupilos a minha “ambigüidade”, ou como ele próprio diz, minha “palavra variável”, já que agora eu não comungo mais de seu pensamento. Desta forma, ele apresenta aos seus seguidores o que eu pensava nos meus “raros momentos de honestidade”.

Voltando à questão que o senhor nos pergunta, eu lhe digo que o site da Montfort é extremamente perigoso para as almas. Pois ele impõe a doutrina do Prof. Orlando Fedeli em detrimento da Doutrina da Santa Madre Igreja. Ora, o erro quanto mais verossímil, isto é, quanto mais parecido com a Verdade for, mais perigoso é, pois neste caso, dificilmente alguém poderia distinguir entre a Verdade e a Mentira.

Certa vez Santo Ireneu de Lião disse que a imitação de vidro de uma esmeralda era mais convincente e mais bela que a própria esmeralda. Emenda ainda o santo, que pouquíssimos são aqueles que poderiam distinguir a verdadeira pedra de esmeralda do embuste feito de vidro.

Nestes tempos de crise, muitas pessoas insatisfeitas com o clero progressista, marxista e relativista, saíram da Igreja. Outras encontraram respostas para suas dúvidas no site da Montfort. Pois, infelizmente poucos sites brasileiros escreveram sobre a crise na Igreja e sobre o Vaticano II. Em falar nisto, certa vez um leitor apaixonado pela Montfort me escreveu o seguinte: “de todos os sites posso dizer que o conteúdo do site Montfort tem 90% de respostas aos questionamentos Católicos, portanto é um dos melhores”. Porém, não adianta encontrarmos respostas para nossos questionamentos e anseios, se elas não forem as corretas. Logo, mais importante que achar respostas é achar as respostas certas, aquelas que nos guiam no caminho verdadeiro, que nos conduzem à Salvação. E estas só podem vir da Santa Igreja que é Coluna e Fundamento da Verdade (cf. 1Tm 3,15). Logo, a fonte onde aquele leitor deveria estar bebendo água para matar sua sede, deveria ser o site da Santa Sé, e não aqueles que estão desafinados com o Magistério da Igreja.

Ora, eu desconfiaria muito se alguém me oferecesse uma solução que não me foi recomendada pela minha Mãe. E teria certeza em rejeitá-la se esta pretensa solução fosse contrária ao que me recomendara minha Mãe. Quem lê os ensinamentos da Montfort sobre o Vaticano II e a Missa Nova, vê que eles são diametralmente contrários ao que ensina a Santa Igreja.

Para não me alongar muito, pois tal tema merece um trabalho dedicado, tratarei apenas de um exemplo recente. A Congr. para a Doutrina da Fé (CDF) não só confirmou os ensinamentos do Vaticano II sobre a Igreja (1), como também defendeu o uso dos termos empregados pelo Concílio para expor tal doutrina. Prof. Orlando Fedeli escreveu diversas vezes que o Concílio com o termo “subsistit in” (subiste) alterou e quis alterar a doutrina sobre a Igreja. No entanto, a CDF declarou que “O Concílio Ecuménico Vaticano II não quis modificar essa doutrina nem se deve afirmar que a tenha mudado; apenas quis desenvolvê-la, aprofundá-la e expô-la com maior fecundidade” (ibidem). O mesmo documento refuta a tese montfortiana de que o Concílio chamou as seitas protestantes de “igrejas irmãs”. Sobre isso vale ler também um outro documento mais antigo da mesma CDF (2).

Como se vê, o Papa está mostrando a continuidade do Vaticano II com a Tradição contrariando a tese oposta do Prof. Orlando, que sempre disse que isso era impossível, imortalizando-a em sua obra “Carta a um padre” (que recebi de suas próprias mãos autografado). Alias, note-se que o Papa está rechaçando mais esta tese montfortiana, não só com fatos, mas também com palavras, como podemos confirmar em seu discurso de Natal para a cúria Romana (3), e no discurso na sessão plenária da CDF (4).

Como se vê, a Montfort apresenta a imitação de vidro que pretende ser mais verdadeira que a esmeralda que nos é oferecida pela Santa Igreja. É por essas e outras que a Montfort tem perdido leitores e até mesmo membros.

Recomendo ao senhor que leia as obras dos Santos e Doutores da Igreja, os documentos do Magistério, que visite com freqüência o site da Santa Sé e outros sites católicos que sejam realmente fiéis ao que ensina a Santa Igreja.

Peço ainda que reze pelo Prof. Orlando Fedeli, todos da Montfort e também por nós do Veritatis Splendor.

Espero tê-lo ajudado.

Em Cristo Senhor Nosso,

Alessandro Lima.

Notas

(1) CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ. Apostolado Veritatis Splendor: RESPOSTAS SOBRE CERTOS ASPECTOS DA DOUTRINA SOBRE A IGREJA. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/4377. Desde 11/7/2007.

(2) CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ. Apostolado Veritatis Splendor: NOTA SOBRE A EXPRESSÃO “IGREJAS IRMÃS”. Disponível emhttp://www.veritatis.com.br/article/133. Desde 25/6/2002.

(3) PAPA, Bento XVI. Apostolado Veritatis Splendor: DISCURSO DO PAPA BENTO XVI À CÚRIA ROMANA NA APRESENTAÇÃO DOS VOTOS DE NATAL. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/4014. Desde 30/10/2006.

(4) PAPA, Bento XVI. Apostolado Veritatis Splendor: DISCURSO NA SESSÃO PLENÁRIA DA CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/4915. Desde 17/3/2008.


Para citar este artigo:LIMA, Alessandro. Apostolado Veritatis Splendor: LEITOR PERGUNTA O QUE PENSAMOS SOBRE O SITE DA MONTFORT.Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/4920

2 responses to “Ex-aluno: a Montfort pretende ser mais que a Igreja”

  1. AIRTON BARROS says :

    Meu Caro, mantenedor desta página, Pelo Amor de Deus, entenda, “E não ficará pedra sobre pedra”, Disse o Cristo, então comece esfacelando a sua pedra, pois independente de qualquer instituição, quem não praticar VIRTUDES não evoluirá espiritualmente. O Cristo estará conosco sempre, para que temer a não ligação com uma instituiçãso para poder ser salvo ou não? Pois estas instituições são compostas por várias mentes cheias de desejos individuais, lógico que há tambem pessoas de boa fé, mas aonde há individualismo há a incompreensão.

    • Balduíno IV says :

      Exatamente, Airton. Sabe-se lá quem fez esse blog. Mas, mesmo assim, trata-se de um festival de insultos. Não estou aqui para tomar as dores do professor Fedeli, pois ele tinha total capacidade de se defender sozinho.

      Além disso, vamos à Montfort não para aprender o Catecismo da Igreja, lá estão respostas ligadas à História, fatos que os livros não contam e que também constituem armas para os hereges nos difamarem. O professor Fedeli defendeu a Tradição e nunca quis angarinhar almas para si. Ao invés de o felicitarem pela coragem de defender a Igreja de infiéis e hereges, criam-se blogs e mais blogs contra ele, a fim de difamá-lo. Uma pena.

      O individualismo toma conta de tudo. O professor não faria isso com ninguém. Não há aqui um só motivo para se amar a Igreja, só odiar o Orlando. É uma pena. Mas, fazer o que. Uns gostam, outros não. Este aluno da Montfort tem todo o direito de protestar, só que é preciso dar uma chance à Montfort de se defender, ou alguém aqui tem medo disso?

      Esse sítio me lembra bem dos Arautos da Verdade. Não são iguais, pois o Arautos da Verdade ainda ensina algo. Aqui nem isso.

      A caridade aqui não é disseminada. Logo, não se pode acusar outrem de fazê-lo.

Deixe seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: